O QUE É A DOENÇA PERIODONTAL?

Doença periodontal é o termo médico para doença gengival. Pode ser utilizado para se referir ao vasto leque da doença gengival, incluindo gengivite, que é uma forma ligeira da condição, mas é mais frequentemente utilizado para se referir à segunda e mais grave fase da doença gengival, periodontite.

A doença periodontal está entre as dez doenças mais frequentes que afetam os humanos e é a principal causa para a perda de dentes em adultos, pelo que é importante estar ciente da condição e de como esta se pode desenvolver.

Caso não trave a primeira fase da doença periodontal, a gengivite, esta pode progredir para periodontite, uma doença inflamatória crónica que afeta o periodonto - o nome dado aos tecidos, ligamentos e ossos que rodeiam e apoiam os seus dentes. Caso não seja tratada, a periodontite pode danificar gravemente estas estruturas levando eventualmente à perda de dentes.

O QUE CAUSA A DOENÇA PERIODONTAL?

Uma boca saudável contém mais de 700 diferentes tipos de bactérias - a maioria das quais são inofensivas. O tipo que causa a doença periodontal é adequadamente chamado bactéria periodontal. Normalmente, estas bactérias não causam quaisquer problemas mas em determinadas circunstâncias podem tornar-se prejudiciais. Isto ocorre quando a camada de bactérias e partículas de alimentos, conhecida como placa bacteriana, não é removida pela escovagem regular.

Quando a placa bacteriana não é perturbada, cria uma zona fértil para as bactérias periodontais se multiplicarem. Esta situação produz derivados prejudiciais que ativam a resposta inflamatória natural do seu organismo, levando a gengivas inchadas e inflamadas. Caso não seja tratada, a doença periodontal pode piorar à medida que a placa endurece e se torna tártaro, um depósito áspero que não pode ser removido apenas pela escovagem.

À medida que o tártaro se desenvolve, encoraja o crescimento de mais placa no sentido da raiz dos dentes e a inflamação torna-se crónica. Formam-se bolsas onde a gengiva se começa a separar do dente e, uma vez que as bactérias prejudiciais continuam a crescer nestes espaços, a infeção espalha-se causando dano ao osso do maxilar e estruturas ao redor dos dentes, levando, em última instância, à perda do dente.

A PERIODONTITE EXPLICADA

É importante obter tratamento para impedir que a periodontite piore. O primeiro passo é visitar o seu médico dentista, que pode identificar a doença periodontal e aconselhá-lo sobre qual a melhor forma de a tratar.

Se lhe tiver sido diagnosticada doença periodontal poderá consultar um médico dentista especializado chamado periodontista. Os periodontistas focam-se exclusivamente na doença gengival uma vez que têm formação na prevenção, diagnóstico e tratamento da doença periodontal.

Existem diferentes tratamentos disponíveis para a periodontite e o seu dentista, ou periodontista, pode explicar-lhe qual o ideal para si. Estes podem incluir:

  • Conselhos sobre como melhorar a sua rotina de saúde oral – caso apresente sintomas de gengivite, o seu médico dentista poderá ajudá-lo a prevenir que esta progrida para doença periodontal mais grave, explicando-lhe como escovar os seus dentes corretamente para remover a placa mais eficazmente ou como utilizar fio dentário e escovilhões interdentários para limpar áreas de difícil alcance. O seu médico dentista poderá sugerir a utilização de uma pasta de dentes diária especializada, como parodontax, que, quando utilizada para escovar duas vezes ao dia, é 4x mais eficaz do que uma pasta de dentes regular na remoção da acumulação da placa bacteriana ao longo da linha da gengiva (a zona em que a gengiva se encontra com o dente), ajudando a manter gengivas saudáveis e dentes fortes.
  • Limpeza profissional - também conhecida como destartarização e polimento, em que o médico dentista ou higienista remove a placa e tártaro depositados e depois efetua o polimento dos seus dentes para desencorajar o seu reaparecimento.
  • Antibióticos - muito ocasionalmente estes podem ser prescritos para limpar infeções isoladas que não responderam a outros tratamentos não-cirúrgicos.
  • Cirurgia periodontal - existem alguns tipos de cirurgia periodontal que são utilizados para tratar a doença periodontal. O seu médico dentista poderá levantar ou cortar a gengiva, para limpar os depósitos de placa e tártaro na superfície da raiz e depois polir esta zona para desencorajar o seu reaparecimento. Ou, caso exista perda de osso, o seu médico dentista poderá utilizar um material regenerativo (ou enxerto), para tratar esta situação. Após a cirurgia periodontal, o seu médico dentista poderá recomendar a utilização de um elixir antimicrobiano como parodontax Elixir Extra para ajudar a reduzir as bactérias e prevenir a infeção.

Em todos os casos, o seu médico dentista deve continuar a monitorizar o progresso da sua doença periodontal, garantindo que está a receber o tratamento certo para ajudar a manter as suas gengivas o mais saudáveis possível.